Um breve histórico de vida pregressa de Antônio Paulo.

Antônio Paulo dos Reis Moraes, conhecido por Antônio Paulo, nasceu em 02 de maio de 1960 no município de Irituia, município localizado geograficamente na região nordeste do Pará. Este cidadão é filho do casal Alírio Almeida Moraes e a senhora Antonieta dos Reis Moraes.

Expandir o histórico de vida deste nobre homem é pontuar com destaque os inúmeros ícones positivos e bem valorosos, tudo adquiridos pelos resultados que advém de uma família bem aprimorada nos valores morais e éticos de vida conduzidos numa boa educação familiar.

Antônio Paulo foi um jovem sábio de Irituia, estudou e trabalhou em Belém descobriu que no interior ser inteligente para sua época era uma mera porta de entrada para o sucesso, e, entretanto migrou para o universo da política, mais de olho na comunicação, o jovem sempre foi ouvinte das principais rádios Super rádio Marajoara AM, Rádio Clube do Pará AM a PRC 5, Guajará AM, Rádio Educadora AM de Bragança e entre outras emissoras, descobrindo assim o fascínio e logo a vocação para ser comunicador Professional.

Antônio Paulo, jovem de vanguarda atuante nos movimentos sociais e de conhecimentos sempre emplacando na intelectualidade as suas palavras soavam com bastante propriedade, com isso as autoridades de seu município descobriram seu potencial e não demorou muito para fazer parte da equipe de secretariado de governo na política do seu município e garantido assim outra boa oportunidade para seu futuro promissor.

Com seus recursos econômicos conseguiu montar uma aparelhagem de som, contratou um D’J, porém a comunicação quem fazia muitas vezes era o próprio Antônio Paulo, pelo afago de ser comunicador nato. De vez em quando, ao tentar dá um alô nas festas exagerava demais no microfone e findava do simples alô para os participantes da festa, um bom programa de rádio naquela ocasião, e todos os brincantes amavam muito a postura do narrador.

Em 1994 Abriu a Rádio Guamá em São Miguel passou no teste e de principio este cidadão comprou um ônibus por influência de amigos de empresas rodoviárias em Belém, onde trabalhou muitos anos enquanto motorista. Diante das boas experiências fez a linha da localidade de Tessalônica de Irituia via Irituia e direto a São Miguel do Guamá e transportava alunos do interior para cidade de Irituia.

Antônio Paulo atuou no sistema educacional do município de Irituia exercendo diversos ofícios entre eles professor de História, Educação Física e extinta disciplina O.S.P.B, um dos estabelecimentos foi a escola Francisco Nunes em Irituia, ainda foi Instrutor de Bandas marcial de 1972 até 2005 no bojo escolar de Irituia, na época conhecido por grupo escolar, entre essas instituições estão Professor Ferreira dos Santos, Professor Francisco Nunes e foi instrutor maestro da Banda Marcial oficial de Irituia.

Contudo Antônio Paulo quando morou em Belém trabalhou como motorista de ônibus e passou por várias empresas de transportes coletivos que são:

Empresa de transporte Guajará Ltda em 1980, em 1982 conduziu os ônibus de transportes coletivos do Transporte São Luiz, Trans Batista Campos, Transportador Arsenal e Belém Rio Transportes. Todavia ressalta que nestas duas últimas empresas de transportes coletivos exerceu cargo de Gerente de Tráfego um componente a mais para seu currículo.

Em outro oficio profissional foi a comunicação o ponto de partida foi a extinta publicidade FC, depois mudou o nome para publicidade irituiense, já em março 1988 recebeu o convite para estagiar na Rádio Cultura ondas tropicais, onde permaneceu até março de 1989.

Todavia na sua região, o nordeste do paraense no ano de 1995 estreou na Rádio Guamá AM de São Miguel do Guamá com o programa Domingo Esportivo e Musical nas tardes de domingo, depois saiu e voltou para a rádio Guamá AM do ano 2000 até 2002, onde angariou e bateu todos os recordes de sucesso da elevada audiência.

Antonio Paulo não parou ao retornar para Belém no ano de 2003 atuou pela Rádio Cultura do Pará onde permaneceu até 2019 travando grandes pontos de audiência, Neste mesmo ano (2019) ingressou na rádio Clube do Pará aumentando mais o sucesso de seu programa, bem requisitado na comunicação Antonio Paulo teve passagens ainda pela Marajoara AM de 2007 a 2010, pela Metropolitana FM de Barcarena em 2014, onde deixou saudades para as grandes massas de ouvintes pelo seu modo carisma de comunicar bem.

O homem multifuncional ingressou na carreira política e tão recente foi secretário de Cultura do município de Irituia do Pará de 2017 a maio de 2018. Enquanto comunicador versátil que é possui o registro profissional nº 0001836 delegacia Regional do trabalho, tudo dentro da legalidade profissional de comunicação autenticada como radialista e locutor esportivo.

Seu maior Hobby hoje e fazer jornada esportiva nas suas emissoras Rádio Irituia e levar a palavra de Deus através da Irituia a Mensageira.

Pesquisa e texto Braz Santos. Dados de pesquisa Antônio Paulo dos Reis Moraes.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Cidade natal:

A cidade de Irituia fica localizada na região nordeste do Estado do Pará, Localiza-se a uma latitude 01º46'16" sul e a uma longitude 47º26'17" oeste, estando a uma altitude de 25 metros. Sua população estimada Segundo o Censo Demográfico em 2016 era de 31.664 habitantes, está localizada a 170 km da capital Belém..

É conhecida em toda região como a Terra do Pão, do Carimbó e da Gengibirra, ali começou a carreira de um grande músico do Estado do Pará conhecido como Pinduca o rei do Carimbó, mais também é terra de filhos ilustres que se destacam no estado em diversas áreas de atuação.

A união de duas paixões fez com que surgisse esta emissora através da internet, o seu filho ilustre Antônio Paulo Moraes, conhecido como AP é Jornalista, Radialista e sua principal atividade ao longo desses 30 anos de comunicação destacou-se como narrador esportivo atuando nas emissoras da região e também nas grandes emissora da capital, como Rádio Clube do Pará, Rede Cultura, Marajoara, Belém Fm entre outras e essas paixões pela cidade de Irituia e pela narração esportiva levou o AP a criar essa emissora de Rádio na Web, que tem se destacado no estado do Pará pelos transmissões esportivas e por levar a notícia, informação e palavra de Deus seja Evangélica ou Católica como missão junto ao povo de Irituia e do estado do Pará.

Cultura e História

As mais importantes festas religiosas do município de Irituia são a de São Benedito, realizada no primeiro domingo de janeiro, e da santa padroeira do lugar, Nossa Senhora da Piedade, homenageada no último domingo de outubro, também é claro não podemos deixar de citar aqui duas grandes festas de manifestação cultural realizada em Irituia é o Festival da Cultura Irituiense que é realizado agora na terceira semana de julho e o festival do Carimbó realizado na segunda semana de janeiro.

A origem do atual município, situado na zona fisiográfica denominada Guajarina, data de 1725, quando foi concedida sesmaria para Lourenço Ferreira Gonçalves, antecessor de Lourenço de Souza Pereira, que fundou a capela de Nossa Senhora da Piedade.

Em 1754, o Bispo Frei Miguel de Bulhões erigiu a referida capela em freguesia. Assim, entrou Irituia para o século XVIII e para a Independência.

Irituia adquiriu categoria de Vila e município no ano de 1867, sendo extinto em 1868, em virtude de dissensões políticas geradas entre liberais e conservadores, no Município de Ourém, a que Irituia era subordinado.

Em 1879, Irituia readquiriu sua condição de Vila e município e, em 1886, foi extinta pela segunda vez.

A emancipação político-administrativa de Irituia ocorreu, também em 1889 e a instalação se deu em 1881. Porém, em 1930, o município sofreu nova supressão, ficando o território anexado ao de São Miguel do Guamá.

Há controvérsia em relação à data definitiva de sua restauração. Entretanto no quadro da Divisão Administrativa relativo a 1933, Irituia figura como município, constituído por um só distrito: o de Irituia.

O topônimo Irituia, de origem tupi I-ri-tuia significa corredeira velha, antiga.

Gentílico: Irituense ou Irituiense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Irituia, pela lei provincial nº 14, de 09-09-1839, subordinado ao município de Ourém.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Irituia, pela lei provincial nº 534, de 12-10-1857, desmembrado de Ourém.

Pelas leis provinciais nº 586, de 23-10-19-1868 e 1286, de 13-09-1886, é extinta a vila, sendo seu território anexado ao município de São Miguel do Guamá.

Elevado novamente à categoria de vila com a denominação de Irituia, pela lei provincial nº 934, de 31-07-1879, desmembrada de São Miguel do Guamá. Sede na vila de Irituia. Constituído do distrito sede.

Reinstalado 07-01-1881.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Pelo decreto estadual nº 6, de 04-11-930, é extinto novamente o município de Irituia, sendo seu território anexado ao município de São Miguel do Guamá.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Irituia, pelo decreto estadual de 1933, desmembrado de São Miguel do Guamá.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1936, o município aparece constituído de 5 distritos: Irituia, Mututuí, Santa Rita Durão, São Gregório e Vila Conceição.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1937, o município aparece constituído de 7 distritos: Irituia, Bonito, Caju, Conceição de Irituia, Mututui, São Gregório e Santa Rita Durão. Não figura no distrito de Vila Conceição no seu lugar figura o distrito de Conceição Irituia.

Pelo decreto-lei estadual nº 3131, de 31-10-1938, são extintos todos os distritos, sendo seu territórios anexados ao distrito sede do município de Irituia.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2019.

Anunciantes